Desratização RJ

Desratização no Rio de Janeiro, para controlar esse problema que atinge todos os grandes centros urbanos, as infestações de roedores. A grande produção de lixo, o mau acondicionamento e a higiene precária, também contribuem significativamente para o descontrole dessa praga. Dentre as diversas espécies, podemos citar as de maior importância que são ratos de esgoto (Rattusnorvegicus), de telhado (Rattusrattus) ou os pequenos camundongos (Mus musculus).

Desratização RJ na CONTROLFORME, que possui técnicas adequadas, desde aplicações direcionadas e localizadas, como também contratos de manutenção e monitoramento periódico incluindo atendimento técnico especializado no apoio a implantação de medidas preventivas e/ou curativas.

Utilizamos iscas granuladas ou blocos parafinados (resistentes à água), ou ainda produtos em pó, gás e armadilhas. Todos os nossos produtos são sempre dispostos em porta-iscas devidamente identificados, seguros e autorizados por órgão competente.

É vital para o controle desta praga que sejam seguidas todas as etapas do Controle Integrado de Pragas, associadas ao saneamento e higienização da área para evitar fatores de favorecimento à praga.Como base de controle podemos seguir os seguintes passos:

  1. Auditoria para identificação dos pontos problemáticos
  2. Conhecermos as proximidades do estabelecimento como um todo, pois na maioria das vezes, há fatores de riscos que dão indícios das invasões por ratos, sejam elas constantes ou intermitentes.
  3. Devemos lembrar que os ratos são animais de hábitos sociais, isto quer dizer que dificilmente andam sozinhos. Quando se imagina ter apenas um rato num determinado local, pode haver um comboio de ratos, ou seja, uma colônia de alguns ratos bem astutas que nos driblam diante das suas habilidades e perspicácias.
  4. Identificação da espécie;
  5. Saneamento da área;
  6. Instalação de bloqueios mecânicos;
  7. Eliminação das fontes alternativas de alimentos;
  8. Colocação de armadilhas na área interna, vias de trânsito e acesso;
  9. Colocação de iscas raticidas nas áreas externas e tocas;
  10. Monitoração constante para evitar reinfestações;
  11. Verificar presença de pulgas e, em caso positivo promover o tratamento.

A CONTROLFORME recomenda:

Sistema de contrato com manutenção periódica para áreas alimentícias e indústrias cujo segmento ou localização seja propício a esse tipo de infestação.

 Top